22/03/2021

ºNoite fria, pensamentos quentes... º

Foto  vi AQUI


Inverno...

As luzes do dia cada vez mais cedo se apagavam...

Das chaminés a fumaça de longe se podia ver.

Neve acumulada...
Nas casas, todos recolhidos, bem aquecidos e aconchegados...

Em cada daquelas janelas um quadro, uma vida, um problema, uma alegria...

Nenhum com o outro se envolvia.

Cada um ,ao seu modo, sua vida vivia...

E lá nas últimas casas daquela rua, apenas lá, luzes acesas...

Era casa da Frau Gertrud, que havia parido há pouco tempo...

Seu bebezinho à noite ,trocava pelo dia...

Ela, lá a embalar, a cantar para o filhinho finalmente ninar e a desejar que o bebê logo crescesse...

Logo o dia chegaria, as luzes das casas se acenderiam, a rotina novamente ali se instalaria.

Cansada, nem podia em pé se imaginar!

Enquanto assim pensava, vê luzes mais fortes ainda acesas...
Eram da casa de Frau Elisabeth...

Nessa hora ela lembrou: estava à espera do filho adolescente para casa, após a festa retornar...

Um pensamento então, a espinha lhe arrepiou...

Olhou novamente para o bebezinho, apertou-o bem junto ao peito, amassou, aconchegou...

- Não cresce depressa não, meu amoreco!

Prefiro a certeza de, como uma galinha, sob minhas asas, enquanto der, te manter!
Quando percebeu, ele ali sorrindo adormecera.

Parece ter sentido a paz no seu coração...

Colocou-o no berço e logo também ela adormeceu!

Que viesse o novo dia, que viesse nova mamada, saberia com paciência em cada fase com muito amor e carinho passar...

chica

11/03/2021

º O feitiço virou... º

 Dona Ermelinda era campeã em atazanar a vida de Marília, desde que se aproximara do seu "doce filhinho" , Bernardo...

Era pós graduada em chatice e a cada vez mais uma medalha ganhava no campeonato de sogra chata.

Passava os dedos nos móveis, verificando se o ar que o querido filho respirava era bom, cuidava os mantimentos, as roupas se eram ou não bem passadas.

Certo dia, Marilia deu um basta...

Para mostrar bem a sua indignação e o quanto ela não seria  mais  bem recebida em sua casa, foi a uma floricultura e achou a solução...

O presente foi colocado na varanda e o nome mostrava bem o quanto a adorava...

Porém, para surpresa , a sogra gostou muito da exótica planta e adorou o presente, pedindo para levá-lo para sua casa. 

Agradeceu muito e até pediu desculpas por "às vezes" ser espinhenta e ríspida com ela... 

Melhorariam as coisas? 

Nada mais se soube...

A última notícia foi que Marília fora chamada para cuidar de D.Ermelinda, que distraída, fazendo as lidas no quintal, caiu sobre a tal planta...

Dá pra imaginar a alegria!!!AFF...

Quem pariu , embale...

Nada mais certo tal ditado, Marilia pensava enquanto  via a "poupança" da sogra toda espetada e ela com uma pinça, ali a cada um catar...

Imagem vi AQUI e me inspirei pelo nome,rs...
Cacto poltrona de sogra é o nome...

01/03/2021

º A "pistola", o amor e a pandemia...º

 


Essa é a minha participação no DESAFIO LITERÁRIO DE MARÇO, dessa vez, no blog do Estevam  Participem também!


(((o)))o(((o)))o(((o)))

A pandemia e NA pandemia tudo acontece...

E, lá naquela casa, a mania e neurose chegou... 

Então vejamos...

Ela cozinhando, de repente, sente algo perto...Vira-se: é a pistola.

Ela escrevendo no PC, sente a presença, assusta-se! 

Vira rapidamente, lá está a tal pistola esperando...Aff... 

Ela não tem mais fôlego... 

Três vezes ao dia? Nem nos áureos tempos😁😁😁.

Além do mais, após a pistola, ainda tem  a célebre frase: 

- Coloca o dedo aí, bem no fundo, tem que encostar bem!

E lá vão novamente medir...

É claro que tudo isso é AMOR, é cuidado...

Tenho certeza, as cabeças de alguns outra coisa já imaginaram,rs...

Mas trata-se apenas desses instrumentos...

A "pistola" medidora de febre


O oxímetro de dedo ,medindo oxigenação...

Enfim,é  a pandemia!!!

E, como estamos na pandemia, aqui em P.Alegre cada vez mais números, estamos em situação crítica, precisamos brincar e brincar com o AMOR nessa sua outra face também vale.

Aqui em casa, por amor e cuidado, o maridão está três vezes ao dia, com a tal pistola na mão e o oxímetro para nos cuidar! 

 É AMOR em outra forma de ser!



Abração, tudo de bom,chica e vamos acompanhar todas as participações dos outros participantes que pouco a pouco irão chegar lá no Estevam !

Feliz Março, com muito amor para todos!
chica