11/04/2021

ºNo trem e na vida.. º


Vi fotos AQUI 

Esse cãozinho independente, foi até a estação de metrô, escolheu um vagão para entrar, o fez, sentou no corredor, ganhou carinhos e num ponto determinado, desceu e seguiu sua vida.

Quantos daqueles parceiros de viagem com sua inusitada presença e independência alegrou?

Na certa, houve quem apenas no mau cheiro e pulgas pensou...

Assim é na vida!

Podemos independentes ser e trilhar...

Mas temos que bem saber, ter consciência que na vida sempre  haveremos de a alguns desagradar.

 Alguns gostam de nossa presença, outros apenas defeitos hão de procurar!

Por isso, seguir, como o cachorrinho e saber a hora certa de descer no nosso  ponto !!!

Quem de nós não gostar ou apenas  críticas acham a  fazer, que sigam no trem!!!


beijos, chica

01/04/2021

º A natureza e eu...º

 


Desafio Literário de Abril...

Tema:  A natureza em mim

Onde acontece?  No blog da Cris Leão

(((o)))o(((o)))o(((o)))

Na natureza  sinto-me completamente em casa...

Quando em meio aos verdes, gosto do seu frescor, de sentir, ouvir cada barulhinho que ali acontece. 

O vento sussurra aos nossos ouvidos, a brisa move nossos cabelos e os pensamentos , se tristes por qualquer motivo, ali em meio dela, se transformam.

Na natureza, uma leveza me invade...


Nela ,amor até na areia da praia podemos ver...


Podemos realmente quantificar, medir, nosso real tamanho...Percebemos o quanto pequeninos somos...

Vemos grandeza em cada olhar...Seja serra, seja mar




Assim, eu na natureza...
Totalmente realizada e feliz.
Pena agora dela tão afastada. 
Mas são aqueles momentos vividos , que nos fazem tudo isso enfrentar, essa pandemia, esse confinamento e a todos respeitar!

Sonho com ela e com o dia de para ela retornar!

(((o)))o(((o)))o(((o)))

*Desafio Literário entre as plataformas wordpress e blogspot com os seguintes temas...

Setembro: Livro Rodrigo Meyer 

Outubro: PAZ- Sandro Ernesto

Novembro: Oração - Vall Nunes

Dezembro:  - Natal   Chica

Janeiro:  Esperançar   Roselia Bezerra

Fevereiro : Medo- Toninho

Março: Amor - Alda Santos

(((o)))o(((o)))o(((o)))

E vocês?  Como se relacionam com a natureza?

Participem  lá na Cris!

beijos, chica



* Aproveito pra desejar uma Páscoa feliz para cada um que por aqui passar!

22/03/2021

ºNoite fria, pensamentos quentes... º

Foto  vi AQUI


Inverno...

As luzes do dia cada vez mais cedo se apagavam...

Das chaminés a fumaça de longe se podia ver.

Neve acumulada...
Nas casas, todos recolhidos, bem aquecidos e aconchegados...

Em cada daquelas janelas um quadro, uma vida, um problema, uma alegria...

Nenhum com o outro se envolvia.

Cada um ,ao seu modo, sua vida vivia...

E lá nas últimas casas daquela rua, apenas lá, luzes acesas...

Era casa da Frau Gertrud, que havia parido há pouco tempo...

Seu bebezinho à noite ,trocava pelo dia...

Ela, lá a embalar, a cantar para o filhinho finalmente ninar e a desejar que o bebê logo crescesse...

Logo o dia chegaria, as luzes das casas se acenderiam, a rotina novamente ali se instalaria.

Cansada, nem podia em pé se imaginar!

Enquanto assim pensava, vê luzes mais fortes ainda acesas...
Eram da casa de Frau Elisabeth...

Nessa hora ela lembrou: estava à espera do filho adolescente para casa, após a festa retornar...

Um pensamento então, a espinha lhe arrepiou...

Olhou novamente para o bebezinho, apertou-o bem junto ao peito, amassou, aconchegou...

- Não cresce depressa não, meu amoreco!

Prefiro a certeza de, como uma galinha, sob minhas asas, enquanto der, te manter!
Quando percebeu, ele ali sorrindo adormecera.

Parece ter sentido a paz no seu coração...

Colocou-o no berço e logo também ela adormeceu!

Que viesse o novo dia, que viesse nova mamada, saberia com paciência em cada fase com muito amor e carinho passar...

chica

11/03/2021

º O feitiço virou... º

 Dona Ermelinda era campeã em atazanar a vida de Marília, desde que se aproximara do seu "doce filhinho" , Bernardo...

Era pós graduada em chatice e a cada vez mais uma medalha ganhava no campeonato de sogra chata.

Passava os dedos nos móveis, verificando se o ar que o querido filho respirava era bom, cuidava os mantimentos, as roupas se eram ou não bem passadas.

Certo dia, Marilia deu um basta...

Para mostrar bem a sua indignação e o quanto ela não seria  mais  bem recebida em sua casa, foi a uma floricultura e achou a solução...

O presente foi colocado na varanda e o nome mostrava bem o quanto a adorava...

Porém, para surpresa , a sogra gostou muito da exótica planta e adorou o presente, pedindo para levá-lo para sua casa. 

Agradeceu muito e até pediu desculpas por "às vezes" ser espinhenta e ríspida com ela... 

Melhorariam as coisas? 

Nada mais se soube...

A última notícia foi que Marília fora chamada para cuidar de D.Ermelinda, que distraída, fazendo as lidas no quintal, caiu sobre a tal planta...

Dá pra imaginar a alegria!!!AFF...

Quem pariu , embale...

Nada mais certo tal ditado, Marilia pensava enquanto  via a "poupança" da sogra toda espetada e ela com uma pinça, ali a cada um catar...

Imagem vi AQUI e me inspirei pelo nome,rs...
Cacto poltrona de sogra é o nome...