24/07/2020

º Sensações... º

Foto da Lia Noronha

Café passando devagarinho...
Um pedaço de queijo da colônia no prato a esperar...
Do forno, um pão quentinho saindo... 
Ah! Como é bom dessa simplicidade desfrutar!

O contrário:  Café da máquina saindo,
a cápsula, mais lixo no ambiente vai parar...
Quando pronto, não curtido, tomado só engolindo
uma fatia de pão, depressa "pra dentro" a colocar!

Quanta diferença nesse mundo!
Os estragos que a pressa faz!
Por isso, curtir gole a gole sem pressa... 
Se podemos, até lindas lembranças  traz!

chica

14/07/2020

º É normal??? º








Fico tantas vezes a me perguntar...

Será tudo está tão mudado 

ou eu que a caducar.

Tantas coisas que vejo não parecem normais ao meu ver, 
mas aí estão... Acostumar?

- É normal festas à la grande fazer, 

se no outro dia, nem grana para comer?

- No colégio, tantas bobagens alunos inventando, festas, caracterizações, balburdias , 

quando ano e provas importante se aproximando?

-Na vida, sentimento de descendo a ladeira nela estar, 

parecendo não ter mais forças nem graça de tudo encarar?


É tudo tão estranho e , de repente, chega a pandemia... Nela, aprendemos "na marra"( quem assim quiser...) que não adianta termos muitos vestidos, muito sapatos, muito de tudo...


Sabem por que?


Ela nos mostrou que com um pequenino vírus em casa presos nos coloca e precisamos, isso sim, chinelos bons, pijamas quentinhos, confortáveis, roupas para em casa estar. Será vamos todos a lição aprender?

Será?  Tomara! 
Mas, infelizmente, 
não é isso que estou a ver!!!

chica

05/07/2020

º O banco e... º




O banco ali parado,

parece por alguém esperar...

Está triste, solitário,

apenas o som do mar para escutar!


Mal sabe ele, ou não está bem lembrado,

que essa calma há logo de acabar!


Tão logo se instale o calor, tantos por ele passarão...

Tantos outros por um lugar nele até disputarão!


Assim, com ele podemos na vida repensar.

Aproveitemos os espaços de trégua de barulhos,

saibamos o silêncio e sons da natureza curtir...

Logo, logo, sem que do tempo nos apercebamos,

tudo novamente pode recomeçar.


Vivamos os ciclos, "ruídos e silêncios" a se alternar...

Garanto que assim a vida, mais linda há de ficar!

chica


* Na certa ,esse banco está triste, esperando o povo poder do mar desfrutar...Mas por enquanto, frio e víruas ,nos mantém EM CASA!