14/06/2021

º A espera... º

 

  Imagem vAQUI

Seu Delmário em seu barco partira para a lida do dia a dia... 
Pescava, limpava, vendia o produto da pesca. 

Tiquito, seu amigo de quatro patas, sempre ao seu lado estava.
Na ida, o acompanhava até  a hora de vê-lo partir ,com barco cheio de redes, para o alto mar. Ao retorno, lá estava, sempre para até a casa o acompanhar. Foram anos e anos nessa rotina de amizade e lealdade!

Porém, uma tempestade inesperada,certo dia,  não mais deixou seu Delmário voltar... Foi-se, nunca mais do mar voltou...

Mas Tiquito retronava sempre aquele local de onde se despedira do seu amado dono.

A esperança de o reencontrar fazia com que ali ficasse, todos os dias, na mesma hora, aperto do entardecer, olhando fixamente para longe, para o alto mar...
Até quando isso aconteceria?

Ninguém sabe!
Mas  na certa, até seus dias por aqui acabarem...

Fidelidade e amor dos animais por seus donos é algo que nos encanta ver e mais ainda, vivenciar!

chica

13 comentários:

  1. Fiquei emocionada!
    Lindo texto! A amizade e o companherismo são relacionamentos muito bonitos!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Bom dia de serenidade, querida amiga Chica!
    Emocionei-me.
    Os animais têm muito mais sensibilidade, fidelidade e comprovam Amor em todo tempo.
    Só espera quem ama...
    A imagem mostra o quão verdadeiro é o óbvio: "quem ama cuida".
    Tenha uma nova semana abençoada!
    Beijinhos fraternos de paz e bem

    ResponderExcluir
  3. Triste e lindo em seus ensinamentos!
    Não tem como não lembrar da Elaine Gaspareto...como será que estão a Princesa, bloguinho, Luck...
    Uma coisa é certa, não temos controle eterno de nada na vida, uma hora a gente sai para pescar e não volta nunca mais e quem fica...

    ResponderExcluir
  4. Boa tarde Chica,
    Lindíssima história e tantos casos reais assim como este.
    Os cachorros são amigos fiéis!
    Um beijinho e uma excelente semana.
    Ailime

    ResponderExcluir
  5. Lida história, e existem várias histórias assim, de animais que nunca deixaram de aguardar a volta de seus donos...
    Por isso eu os amo tanto. As pessoas tendem a nos esquecer com uma facilidade incrível.

    ResponderExcluir
  6. Uau Chica o olhar é lindo e o texto merece o nosso 👏👏👏... Bj

    ResponderExcluir
  7. Preciosa historia, basada en hechos reales. La fidelidad de los animales no es algo que se imponga o enseñe, como ocurre con nuestra especie. Un abrazo.

    ResponderExcluir
  8. Oi Chica,
    Ainda dizem que animais não têm sentimentos, não têm os homens inescrupulosos.
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  9. O contrário comigo aconteceu. Sabe o meu gato laranjinha? Foi pro céu e hoje, olho pra mesa de jantar e eu o vejo deitadinho na sua soneca! Uma perda amargamente triste!

    ResponderExcluir
  10. Dolce ragazza non parlare di padrone ma di Felice convivenza tra due esseri bisognosi di affetto
    capita anche a noi di perdere persino una piccola cosa e di cercarla perché insieme a quella abbiamo condiviso i momenti della nostra vitto
    sono un maschietto perdere un paio di pinzette tante volte mi fa pensare a quanteo sono stati utili nel mio andare

    ResponderExcluir
  11. Que linda e tocante história e tenho que admitir, o amor de um anjo de quatro patas, vale mais do que os sentimentos de alguns humanos de duas pernas...
    São verdadeiramente fiéis e amorosos.
    Estou eu blogando e a minha Jasmim, já veio querer ficar na cadeira ao lado (amoooooo)
    Não conhecia este blog seu, Chica... beijinhos
    Valéria

    ResponderExcluir