17/02/2021

º O triste palhaço ... º


Em mais uma edição do  Uma Imagem/um conto 
lá no blog da Norma Emiliano hoje a imagem é essa e faz parte da série feita por pintores com a boca ou pés...

Gonçalves Borges
 

Minha inspiração:

Crescera numa família onde aparentemente havia amor.
Porém,esse só acontecia  da boca para fora... 
Fora gerado num momento de amor dos pais? Não poderia disso certeza ter...
Era mais levado a pensar que fora apenas uma paixão, que acabou tão logo juntos foram viver...
Cresceu, passou por todas as fases da vida, aprendeu que sorrir levava os outros a pensar que era feliz.  
E quando exercia a sua tarefa num circo ou numa apresentação em festinhas infantis, assim o era realmente. 
Tantas vezes, ansiava por um convite para poder suas cores no rosto colocar, arrumar a peruca colorida e ser feliz por momentos. 
Depois, vinha o depois...
E ele bem sabia qual era e dele nada gostava!

*Participem lá também Ver AQUI!
beijos, chica

11/02/2021

º É ( quase)Carnaval... º





 Tudo acertado...

Jonas estava em "viagem de trabalho"  e Larissa ,com tudo  já bem arquitetado na sua cabeça...

Esse Carnaval seria diferente! Ah,isso seria meeeeeeeeeeeeeeesmo!! 
Estava cansada das mesmices...
Queria algo diferente!

Um saiote cheio de flores, um bustiê , colares e sem nada gastar, estava com uma fantasia pronta!Uma pinturinha daqui, outro retoque,mais uma olhadela ao espelho...

Hmmmmmmmmmmmmm... estava se sentindo linda,de arrasar!!! É hoooooooooje!!!

Ela era meia passadinha e das músicas, ainda lembrava  do tempo da jardineira e olhe lá! Só isso é que lhe atrapalhava, mas tinha bom ouvido e logo aprenderia, rodando pelo salão do clube da capital.

Nessas rodadas, foi passando e um lindo ( ela imaginava, pois estava mascarado) folião dela se aproximava. Cantarolada daqui e dali, a coisa foi se chegando...

Veio o velho golpe:

-Faz muito calor aqui! Vamos dar uma saidinha?

- Sim, também não estou aguentando, responde ela.

De repente, um detalhe lhe faz gelar!

Reconheceu a pinta no ombro, em forma de um dado...

Aquilo lhe era bem familiar...E como era! Lembrava JOGO...E era o que estava ali fazendo...

Enfim, ele retira a máscara e a surpresa...
Seu antigo noivo, Luis,com o qual rompera para se casar com Jonas...

Ele começou a se declarar apaixonado ainda, ela se empolgou e pronto...

Fizeram a maior das folias de Carnaval dos últimos dezessete anos de sua vida!

Arrependimento? Nenhum...

Foi feliz e pronto! Ainda mais que sabia que o trabalho do marido nessa época era apenas papo furado.

Assim, passado o Carnaval , retirou todas as máscaras de sua vida e partiu pra alegria,livre...

Nem Luis, nem Jonas, livre...e assim seguiu!


 * Republicação de um desafio lá no Recanto das Letras,em 2010...Pra quem nunca gostou de brincar Carnaval, como eu, pelo menos brincar com as letras vale,rs...

Ótimos dias de Carnaval e feriados pra todos e espero nada de aglomerações aconteçam !!! Chega de espalhar vírus🦠🦠...

Aqui,marasmo total!!!Só a cabeça mexe,rs...Se tivesse que rebolar estaria morta, as  "cadeiras" baleadas..Aff, setentona é foooooooooooogo! 

bjs, chica

06/02/2021

º Divagar florido... º





Todas elas lindas e mesmo aparentemente iguais, apresentam diferenças entre si. Algumas quase imperceptíveis, mas existem...

Umas mais se unem, outras brilham mais, outras ainda tentam achar o seu  lugar a ocupar no mundo...

Não são como peças fabricadas "em série"...

Assim também, são as pessoas nesse mundo... Nossos  avós, pais, o são os filhos , os nossos netos...

Todos flores mas, cada um ao seu modo, mostra ou não os espinhos. Uns o retraem até a provocação...
Outros os deixam bem explícitos, visíveis para quem os quiser ver e quem sabe, como um aviso: 
-Posso te ferir!!!

 E assim, vamos nós , conscientes disso tudo, passando pela vida, tentando ao máximo respeitar individualidades...  Uma tarefa difícil pois são  pessoas  e seus melindres . 

E, até as flores são melindrosas... 
Todo cuidado e delicadeza no trato é importante, crucial,até!

Simbooooooooooora cuidar, respeitar flores  da natureza e as "flores " humanas... 

Com certeza, nos  poderemos encantar com perfumes que nem sonharíamos sentir...

beijos, lindo fds! chica



02/02/2021

º Mudanças ao olhar... º



Sofia acordava sempre cheia de alegria

Passava pelo banheiro, cozinha,
logo sua merenda pronta pela mãe já tinha.

Por onde passava alegria levava...

Na escola, era bondosa, amiga, boa companheira
nos trabalhos de equipe, todos a queriam parceira...

Assim, cresceu Sofia...
Mesmo nos contratempos, sorria...

Acreditava,
esperava...

O tempo passou
a vida anos lhe acrescentou...

Casou, procriou, trabalhou,
mas sua visão do mundo, mudou...

Aquela Sofia agora do passado lembrava:
♪♪ Quando ela era apenas uma garota, ela esperava o mundo♪♪ 
disso muito bem hoje, já bem crescida, se recordava...

Porém, as coisas de posição hoje  mudaram...
Antes Sofia, do mundo, era ela quem muito esperava.

Hoje, se ela nada fizer, nada acontecerá...
O mundo é que dela e de todos espera!

Será que disso, os outros já  lembraram?
Se sim, se unidos trabalharmos, tudo melhorará!


chica