Páginas

26/10/2021

º O presente... º

Imagem Daqui


Era primavera na Itália, mas o calor já se mostrava bem grande.

Luigina, morava com a família numa cidadezinha perto de Roma, mas não o bastante para ali ter tudo que precisava à sua formação profissional futura.

Assim, prestes a concluir o Ensino Médio, ia de ônibus todos os dias  até a capital e voltava cansada das voltas que o coletivo dava. Cansava e suava demais, apertada entre os jovens pois a situação era a mesma para todos.

Estava perto o dia de seu aniversário:18 primaveras...

Numa das tardes, ao chegar perto da sua casa, cansada, tendo ainda tanto a estudar, percebe um  Fiat cinquecento, tinindo de novo, vermelhinho, lustroso.

Fazia um belo postal ali junto com as flores de sua casa ,com tanto carinho cuidadas pela família.
Ao entrar, pergunta desde logo:

-Temos visita? Estava preocupada em ainda ter que fazer "sala " para alguém, cansada como estava...

- Não! respondem.

Logo a seguir, lhe entregam um envelope dizendo que haviam deixado por lá para ela para que tomasse todas as providências.

Curiosíssima abre o envelope e ali está a chave do carro, documentos ,manual e tudo mais.

Ela quase não acreditou! 
Jogou-se ao pescoço dos pais, abraçou, beijou e correu pra rua com eles.  
Nem abrir a porta do carro conseguia...

Quando o fez, sentiu-se a dona do mundo!  Alegre, feliz, grata , deu-se conta que agora teria todas as providências a tomar...
A primeira delas, entrar para uma Scuola Guida...

E assim o fez. 

Ah, deu até nome para o vermelhinho: Picolino, já que é bem pequeno, mas grande o bastante para que ela dele  bem usufruísse . 


chica

18/10/2021

º Tudo é lição! º

“Melhores amigos” Original pintado
com o pé oir Maria Vagyon

 Essa é a minha participação na BC  da Norma: Uma imagem, um conto, de outubro:


Companheiros a vida nos dá de presente, com eles muito podemos apreender. 

Assim cresceu Marina tendo ao seu lado Ornela, uma viralatinha querida que o papai da rua retirou , acolheu e de mãos selvagens a salvou.

Marina quando nasceu, já tinha essa presença constante ao seu lado. 

Hoje, as duas pelas praças perto da casa, vigiadas pelos olhares adultos, podem passear e brincar.

Tão lindo de ver e as duas sempre tão bem a se entender!  

Quiçá os adultos também assim se comportasem pela vida e conseguissem ter e manter verdadeiras amizades e relações de verdade, para o que der e vier, sem interesses outros do que o companheirismo e carinho.

Marina cresce, Ornela já velhinha... 

Mas enquanto por aqui ela ficar, há de se ver essa bela relação e depois, quando a triste hora da separação das duas ocorrer, ainda assim aprenderá sobre a impermanência da vida...

Tudo é lição, tudo vale na vida..

Basta desde pequenos atentos estarmos!

E assim, enquanto der, contemplaremos, ainda que de longe, a parceria tão alegre e desinteressada das duas!

 Linda nova semana!

 beijos, chica



13/10/2021

º A vida como mestra...º



Aquela casinha branca, tão pequeninha, de apenas porta e uma janela,  no meio de um enorme terreno, onde árvores  cresceram.

Dali tiram até hoje as verduras plantadas, no galinheiro as carnes e ovos e enfim, daquele pedacinho de terra, eles vivem e sobrevivem...

Trabalharam duro ali e conseguiram criar e mandar filhos pra escola e hoje já viram os três se formar.


Poucos por ali passavam, mas quem a via, parava e tantas e tantas propostas de compra já haviam recebido os donos.

Eram pessoas da cidade grande que agora, com tantos barulhos e confusões por lá, estavam a procura de paz.


No entanto, nenhuma proposta era aceita, recusavam todas. 

Os anos passaram rapidamente por lá mas, apesar de mãos calejadas, pele enrugada, a mente estava bem preservada e, dentro dela, sabedoria bem guardada...


Aprenderam que nada compra a paz e tranquilidade.


Que dinheiro não é tudo e que é ali que podem com alegria os netos receber.


O que diriam seus filhos, seus netos que ali as férias adoram passar, se resolvessem a casinha vender?


Não há lugar para luxos.
Camas muitas não há! Os netos dormem no chão, em colchões, pois juntos querem estar.


Mas, o que quem ali passa e não imagina é que naquela pequenina casinha, cabe um montão de amor e isso preço não tem!


chica

05/10/2021

º Visões...º

 Quantos cenários podemos ver na foto acima, de acordo com o nosso estado de espírito... 

Para os pessimistas, temporal à vista...

Os otimistas, vêem uma linda futura colheita de trigo pela frente, abundância.

Os realistas, se fixam no verde que é a esperança ...

Os românticos, enxergam a flor...


Qual a tua visão?


beijos, chica


29/09/2021

º Conselho...º

 Aqui minha participação no DESAFIO de SETEMBRO proposto pela Marta Vinhais:


Cliquem pra ler  a carta da Marta...

O desafio é simples:


Tal como pedido, falem sobre o Mundo, contem como é o Mundo num pequeno poema, num pequeno texto...

Sejam loucos, sejam mais que um nº , sejam pessoas....

Boa Sorte...

(((o)))o(((o)))o(((o)))

Encontrei tua carta e comovida fiquei...

Tua história creio não é a única.
 
Há muitos assim, pois vivemos época em que prenomes não importam, idade, muito menos.

Talvez o sobrenome possa algo a alguém importar. 
Se fores filha ou tiveres familiar  "importante", talvez tenhas um tratamento especial, mais paciência dos outros contigo e nem precises fazer fila para te alimentar, nem menos ficarás numa espécie de "baia".Terás um quarto mais luxuoso, diferenciado, com tv, até internet talvez.Terás puxa-sacos te rodeando...

 Assim, dizendo apenas isso, te mostro como o mundo está e é... É pouco, mas já te pode dar uma boa pista para imaginares o que há aqui fora, do outro lado do teu mundinho aí dentro...

Portanto, um conselho pra ti e teus parceiros: Sejam loucos, sejam mais que um nº , sejam pessoas....Talvez aí alguém lhes preste atenção ...



Participem lá na Marta também!

beijos, chica

23/09/2021

º Tudo depende... º


Há dias em que tudo nos parece sem graça, sem cor, desbotado.

E, num segundo após, sem que nada tenha mudado no exterior, percebemos a visão real,colorida.

O que move nosso olhar?
Nosso ânimo e interior... É poderoso!


Saibamos, pois, olhares coloridos, manter!

beijos, chica

17/09/2021

º Olhos nos olhos... º


 Vi AQUI

Seu Horácio, que durante toda sua vida trabalhou, de repente, sente-se  abandonado, pois sozinho ficou...

Faz pouco, sua amada, dona Rosa,  
adoeceu e foi para um lugar bem mais encantado...

Os netos que sempre com eles conviviam,  cada um para seu canto foi e  para eles, a vida de adulto, já começou... 
Passam os dias ocupados e, apenas pelo telefone conseguem se falar e ainda assim, com muita pressa, pois muito tem com que se ocupar!

Assim, da sua vida tão boa, pouca coisa lhe restou...
Uma delas,  o Xereta, cachorro que o acompanha onde quer que vá!

É com ele que em meio às brumas, os cinzas da praça perto de sua casa, consegue ver  brilho, pois ele, leal e atencioso, sabe pelo menos lhe escutar!

Impressiona a todos a sintonia, entre eles grande conexão... 
Olhos que se cruzam,olho a olho, bem no fundo, causam em quem os vê, grande emoção!


chica

11/09/2021

º Traumas e flores... º

                                       “Floral” Original pintado com a boca e o pé por Maria Goret Chagas
 

Minha participação na BC :Uma imagem- Um conto lá do blog da Norma


Vera  sempre adorara flores, desde pequena. Porém foi criada por alguém que delas não gostava, sua mãe Terezinha, que achava que davam muito trabalho e assim, não as comprava e até quando as recebia de presente, não se alegrava  e nem disfarçar conseguia.

Vera lembra bem disso, quando com seu primeiro salário, chegou até a mãe, toda feliz e lhe deu um belo ramalhete de flores bem coloridas, mescladas, como desejava que fosse a vida. Não obteve sucesso! 

Não se conformava com aquilo e graças aos seus dons artísticos, pintou exatamente aquele mesmo buquê numa tela e a presenteou , após emoldurada.

Lembra bem que, quando a mãe desembrulhou  e viu a tela, ficou em silêncio e, logo após, chorando, pediu desculpas... Conseguiu finalmente romper o silêncio, colocar pra fora um sentimento guardado por duas gerações.

 Falou à filha que lembrava bem do dia que recebera dela as flores, mas que elas traziam sempre tristes recordações, de um tempo em que um velho jardineiro amigo da família, a levou para o quintal e dela, em meio às flores, quis  abusar.

Por isso, delas queria distância.  

Após o abraço, mãe e filha unidas choraram e depois, juntas foram escolher um lugar de destaque na parede.  

Ali ficou um registro e bem mostrada a importância de um tratamento para curar feridas. 

Se deixarmos crescerem em nós, até flores podem parecer ervas daninhas!


Participem também lá na Norma!


beijos, chica

  

06/09/2021

º Hora de perceber... º








Faltavam poucos dias para o final daquele inverno frio e longo...

O sol naquele dia brilhava convidando a sair de casa.

As cores do dia animavam a um passeio pelo parque.

Lisa pega sua bolsa e seu companheiro de sempre: o livro .

Lá chegando, o tira da bolsa e vê o marcador de páginas...

Ali havia parado sua leitura no último passeio.

Relembra então o trecho que lera e sabe que agora, quer ir mais adiante.

Está emocionante!

Quer mais e mais...Sem quase se dar conta, senta no seu banco predileto por lá.

À medida que lê percebe tantas semelhanças em sua própria vida com a de Arlete, a triste protagonista do livro.

Vai se identificando tanto que quando vê o que Arlete está fazendo com sua vida ao amar o homem errado, sabe que como ela, é hora de mudar.

Reflexiva, coloca novamente o marcador no capítulo que acabara de ler e fecha o livro.

Agora dirige-se ao seu banco e por lá, tem a certeza, uma intuição de que ao reabrir, na próxima vez aquele livro, sua vida terá tomado um outro rumo...

Certamente como na nova estação que se aproximava , o sol lhe sorriria muito mais brilhante ainda!

Faria algo por ela mesma.
Seria uma outra Lisa!
Floresceria na primavera!

chica



31/08/2021

º O cesto... º


imagem google


Um cesto de palha lindo, colorido, bem tampado. Lembro como se estivesse  ainda aqui à minha frente. 

Dentro dele, vários pacotes com novelos de lãs ,  trabalhos iniciados e por terminar.

Hoje,  cesto fechado, as lãs ali guardadas, as agulhas com os trabalhos, não mais tocadas.  Tudo mudou...

Dessa lembrança , só podemos refletir: a dona do cesto partiu , se recolheu e  o que víamos  agora eram linhas duma vida sendo recolhidas de volta ao novelo!






Essa foi minha participação no Desafio nº 249  lá do blog das 77 palavras.
Vejam este pedacinho de texto:
«E era linha duma vida sendo recolhida de volta ao novelo.»
(Recantiga, Miguel Araújo)

Este é o final do texto e pode ser um bocadinho alterado, mas a ordem das palavras deve manter-se.


27/08/2021

º O detalhe... º


 Vi imagem AQUI

Tantas roupas no varal,
umas brancas, outras coloridas...
Tão lindo vê-las ao sol secar, 
sobre verdes plantas do jardim.
No entanto, apesar de tanta vida ali fora, um detalhe chama a atenção... 
Há na gaiola um prisioneiro, 
chamado "bicho de estimação"...
Pobrezinho ali dentro, 
 só entre as grades pode olhar...
Até as notas do seu canto, por vezes, 
de tristeza, parecem se calar!

chica

20/08/2021

º Encarar e esperar!!! º



Nossa vida é recheada de momentos onde intercalados, vemos os bons, bem tranquilos e os assustadores, nervosos...
Recebo com alegria os bons, por eles agradeço.

Os outros, não os podendo colocar no "capacho do vizinho", só me resta encarar.

Pra tanto, respiro fundo, uma, duas...quarenta e nove vezes😉😉😉 e encaro...

Espero as nuvens passsarem e o sol voltar a brilhar!

Como vocês lidam com isso no dia a dia pra não "pirar?


bjs, chica

16/08/2021

º No velho cais do porto º

 



Cais do porto e seus galpões
O telhado, pelo tempo detonado
abriga apaixonados corações.


Fogem dos barulhos da cidade
alheios ao perigo de ali estar
querem ali desfrutar privacidade
e tão somente, felizes,se amar...


Naquele porto tão velho agora
Tanto vai e vem por ali passou
Mas hoje,eles pensam no agora,
no beijo que o início de tudo marcou!

chica

11/08/2021

º Inesquecíveis... º

Foto do José Rámon


Vasos podem virar com o vento,
flores podem na mesa "deitar"...
Porém de quem nos ofertou as flores, vento nenhum fará da memória apagar!

chica

09/08/2021

º Passar pelo coração, recordar... º




Aceitei, com prazer, o convite vindo lá da Norma,  para festejar os 12 anos do seu blog. O tema é RECORDAR...

Antes de tudo, deixo os parabéns e desejo muitos anos mais para o já nosso amigo de tanto tempo, Pensando em Família..


Tão logo vi o tema, a primeira coisa que me veio à mente, foi a última vez que estivemos nós dois e os quatro filhos reunidos. Isso aconteceu em finalzinho de 2019, quando nosso Gordo veio de Dubai.  

Quem imaginaria que depois daquilo, poucas oportunidades apareceriam, até março/20, quando a tragédia inciou...

Assim que Gordo foi embora, foi a temporada de férias de verão  e cada um no seu local escolhido.  Após, a pandemia nos pegou...

Então, faz pouco tempo que estamos nos encontrando com filhos e mesmo assim, nunca mais à vontade, como era antes. 

Um deles, que devido ao seu trabalho lida com pessoas das mais diferentes,durante todo o dia, fica mais difícil ainda e mesmo o tendo visto, o abraço ainda não pode acontecer. Apenas cotovelos se tocam e depois, longe...

Por isso, a recordação daquele dia  é tão marcante!

Quem saberá quando poderemos nós seis, isso sem falar nos netos, estar assim juntinhos novamente?





Portanto, o que passou pelo meu coração e passa sempre é essa recordação boa, mas revestida de grande saudade!

Ainda bem aproveitamos muito a vinda dele e com isso fica a lição:
curtir o máximo o dia que temos oportunidade de viver, pois as coisas podem não mais voltar ou demorar muito a se repetir. 

E ainda que se repitam AQUELE momento não volta,está apenas no coração!


Agora hora de deixar meu carinho à Norma e convidar a quem aqui passar para ver o que passou pelo coração dos demais participantes!






beijos, chica
 

02/08/2021

º O choro... º

Foto da Sandra C.

Quando o mar chora, deixa na praia lágrimas em forma de conchas...

E podemos caminhar entre elas, seguí-las todas e nunca o poderemos consolar...

chica

 

29/07/2021

º Carinhosamente cultivado..º




Desafio de Julho  da Marta Vinhais. 

Carinhosamente, escolham uma palavra e falem sobre ela delicada, amorosamente.

Declarem-se ternamente, apaixonem-se loucamente...

O vosso texto deverá ter, pelo menos, duas palavras terminadas em " mente" ....

 Aqui a minha participação:

Conscientemente ela escolheu. Sabia que aquele seria seu amor!
Evidentemente, souberam os dois o que era claro:deviam se unir.
A paixão mostrou-se premente!
Assim, há anos vivem tentando cultivar diariamente o amor, cuidando-o como uma plantinha da qual cada um é responsável!
Impressionantemente, tem conseguido!
Ainda bem!
Caso contrário, seria uma situação deprimente e não teriam resistido!

beijos e participem lá na Marta também!
chica


25/07/2021

º Surpresas... º

Vi  AQUI e me encantei
 


Rita,na porta da casa, espera o marido chegar das lides no campo, na hora do almoço...

Ele, que saíra quando ainda era madrugada, mesmo cansado, lembrou de um carinho ofertar.  

Apanhou uma flor num canteiro, pelo caminho e a esconde para surpresa fazer.

Ela, o olha marotamente... 
Feliz em o ver e tentando adivinhar o que João está tramando...

Mesmo sem ver ainda , já sabe que um beijo  os unirá e quem sabe, até o almoço ficará atrasado. 
 
Será por uma boa causa...

Vale ao amor se dedicar!

O amor pode acontecer em qualquer fase da vida.

E  sempre é lindo ser cultivado com pequenos gestos...

chica

19/07/2021

º Tanto em tão pouco...º






Essa dupla é minha vizinha,
sempre prontos pra brincar,
basta que cheguemos à janela,
lá estão a nos saudar!

Atentos, sempre antenados,
 para um chamadinho perceber...
Tão bom assim de mansinho, 
bom dia deles receber!
chica


13/07/2021

º Alegria de mãe! º

Imagem vi AQUI

Dia frio de inverno...
A mãe da janela de sua casa, 
vê os  filhos  da escola retornar...
Pequeninos, bem juntinho, falta pouco para no aconchego da casa  chegar...

Mariazinha, no caminho sente frio. Pedro, a consegue bem cuidar.  
Ajuda ao ziper do casaco fechar, 
para que ela não venha a se resfriar.

Que cena linda para uma mãe assistir...

Agora, assim que a porta se abrir, dará além do beijo de sempre,um abração, daqueles que aquecem o coração.

Está feliz!

Algo de bom conseguiu passar,lições de vida que para sempre, espera ela, hão de ficar!

chica
 

06/07/2021

º O brilho maior... º



Quem brilha mais?  

A amiguinha que está no centro do palco, o seu papel na peça a desempenhar ou a outra, que apenas está por trás das luzes, nos bastidores, torcendo por ela, acompanhando?

Fico  com a segunda opção... 

Tão difícil ver amizades lindas e desinteressadas assim... 


chica

 

27/06/2021

º O segredo... º


Foto Mausi- Canadá

Uma bicicleta ali deixada, 
alguém até ali com ela chegou...
Logo adiante o farol, 
ainda com luz apagada,
diante do mar, 
que sempre lhe encantou!

Bucólico cenário, 
tão longe a faz voltar, 
agora apenas a foto restou daquele momento, 
mas na certa, 
pelo resto da vida há dele lembrar!

O que ali aconteceu? 
Ninguém com certeza poderá saber. 
Mas, não importa, 
é um segredo só seu,
ele não voltará, 
mas vale sempre em sonho reviver!


chica

20/06/2021

º Reinventar-se... º



Reinventar-se a cada dia, para na rotina não cair...

Ter sempre colo amigo, uma boa palavra...

Graças dar por tanta coisa junta viver
emoção nunca perder, cada momento viver...

Passamos pelo encantos, desencantos, esperanças e questionamentos...

Saber pegar e conviver com o melhor de cada fase e reintegrar... 

Unir tudo na fase que vivemos, acompanhando, seguindo novos rumos, encarando dificuldades, gozando da linda companhia do amor .

Aproveitar cada dia,  nossos desejos, nossas vontades, nossas manias, nossas alegrias, nossos hobbies, nossos passatempos e cada um ter sua vida própria, porém integrada à do outro em horário integral!

Isso é maravilhoso!

Estamos vivendo essa fase.
Na pandemia e curtindo cada dia...

Mas,  nem sempre é só alegria..Há chatices, há rabugices, manias (dos dois lados,rs)..

Mas vamos, nunca esquecendo de agradecer e cheios de ESPERANÇA e FÉ, pedimos, muitos e muitos anos assim, poder juntos viver...

E, quando a pandemia acabar e livres podermos  sair, muitas caminhadas juntas queremos dar!
beijos, chica

14/06/2021

º A espera... º

 

  Imagem vAQUI

Seu Delmário em seu barco partira para a lida do dia a dia... 
Pescava, limpava, vendia o produto da pesca. 

Tiquito, seu amigo de quatro patas, sempre ao seu lado estava.
Na ida, o acompanhava até  a hora de vê-lo partir ,com barco cheio de redes, para o alto mar. Ao retorno, lá estava, sempre para até a casa o acompanhar. Foram anos e anos nessa rotina de amizade e lealdade!

Porém, uma tempestade inesperada,certo dia,  não mais deixou seu Delmário voltar... Foi-se, nunca mais do mar voltou...

Mas Tiquito retronava sempre aquele local de onde se despedira do seu amado dono.

A esperança de o reencontrar fazia com que ali ficasse, todos os dias, na mesma hora, aperto do entardecer, olhando fixamente para longe, para o alto mar...
Até quando isso aconteceria?

Ninguém sabe!
Mas  na certa, até seus dias por aqui acabarem...

Fidelidade e amor dos animais por seus donos é algo que nos encanta ver e mais ainda, vivenciar!

chica

06/06/2021

º A espera... º

Foto vi no twitter ...AQUI


Encontro tanto tempo antes combinado,
coração dele,de ansiedade a estourar, 
um "bolo" será por ela dado?
-Fica o pobre rapaz a se perguntar!

A demora estava grande, 
o calor bem sufocante, 
ainda bem aquela bica encontrou,
assim as flores, pelo menos salvou!

Ela chega e com ela agarradinha,
foram carinhos e dadas as flores, 
bem borrifadas de água geladinha,
agora, pra eles,do amor, os sabores! 

chica

 

31/05/2021

º Idealizações??? º


Desafio que  acontece lá no blog PORTAS ABERTAS da Ivy Cassa;

O tema proposto IDEALIZAÇÃO

Como sempre,fujo da profundidade  que poderia ensejar esse tema 

Prefiro brincar...Assim, ficou:


Cinco irmãs com suas cabeças, pensamentos , acertos, desacertos...

Eram todas adolescentes... 

Todas confidentes, amigas para horas boas e más...

Dentre elas , Solange, a mais sonhadora... Imaginava um príncipe daqueles de contos de fadas...

Era muito bonita e chamava atenção pela sua beleza interior e exterior...Todos dela gostavam...

Frequentava  os bailes ou reuniões dançantes naquela épocae, após dançar com "pretendentes", chegava em casa e falava para a família  que não havia sentido nada pelo rapaz. Assim,  a cada um que se aproximava, colocava um adjetivo...

Um tinha o pé muito pequeno,  outro, o nariz muito grande, um era desempregado e nada fazia para emprego arrumar, era um deitado nas costas dos outros... 

Por aí ia Solange...

O tempo passou e ela sempre com suas idealizações do parceiro lindo, perfeito, carinhoso e tantos predicados mais...

De repente,namorou, noivou  e,  num dia qualquer, de um ano qualquer, Solange entrou na igreja com o pai para chegar ao altar.. 

Sai de lá, braços dados com o príncipe  sonhado... Estava feliz!

Passada a lua de mel, o príncipe começou a mostrar, pouco a pouco, as patas e a dar "coiçes"...  

Claro... Tanto pedira e esperara pelo sonhado príncipe, acabou que o universo lhe mandou apenas o cavalo dele...

Foram felizes aos trancos e barrancos enquanto deu...

Logo o cavalo retornou ao prado😏😏😏 e a idealização, virou "zebra"...




Participem !

beijos, chica

19/05/2021

º Portas... º




Fotos da PiedadeSol

Saibamos na caminhada pela vida, abrir portas... 

E, quando for a hora de  fechá-las, sempre permitir que não sejam colocadas as trancas ,que nos impeçam de por elas novamente, se assim desejarmos ou convidados formos ,  podermos entrar...

chica

13/05/2021

º Conjeturas? º

Vi imagem AQUI

 Lá embaixo, o lindo mar...

Carro com flores enfeitado para uma proposta de amor  a realizar...

As portas abertas podem  uma pista ser...

Seria um  SIM ou uma fuga para uma resposta negativa não precisar dar?

Seria um abandono para um lugar mais escondido para o amor viver?

Ninguém saberá, apenas os  envolvidos...

A nós, cabe o cenário admirar e apenas conjeturas criar...


chica



08/05/2021

º Minha experiência de ser mãe... º

 






Um momento desejado
um sonho tão esperado
namorado apaixonado
tudo estava fadado...

Noivado, casamento
lua de mel e alegria
quando passa um pouquinho
minha alegria explodia!

Enjôos, vertigens e tonturas
misturadas à alegria
seria mãe , estava nas alturas
tudo como eu sempre queria!

Probleminhas aconteciam
o médico anunciava
mas como eles apareciam
cada um eu superava...

Assim chegou o dia
após repouso absoluto
liberada pra rua eu fui
gorda como uma porca
num buraco, de barriga,me fuiiiiii...

Pânico,cirurgia apressada
a hora estava marcada,a sina,
muita alegria estampada
a expectativa:menino ou menina?

Antes de ir ao hospital
rezei profundamente rogando
à minha irmã,Sandra, que já era falecida
que ficasse me "olhando"...

Nasceu a linda menininha
tudo bem com ela estava.
Pra minha surpresa maior
ao olhar ao meu redor...

Vi minha irmã ao meu lado
segurando minha mão
dizendo que ia embora
não precisava mais dela não!

Foi uma coisa marcante
que deixou aquele dia
ainda muito mais tocante
e relembrá-lo me arrepia!

Assim foi a minha primeira
de ser mãe,tão boa experiência
logo,logo,a segunda,terceira
e outra quarta ainda em sequência.

Todas foram desejadas
e todas elas muito queridas!
Todas elas diferentes
nos deixando sempre contentes!

Foram tantas as emoções
tantos trabalhos passados
mas ainda bem que todos
sempre foram superados!

Assim fica aqui essa partilha
de muito amor nesse dia
pra ser mãe não tem cartilha
aprendemos a cada dia!

É um grande aprendizado
acertos e erros também
mas sempre neles registrado
a vontade de fazer bem.

Para todas as mamães
deixo um beijo com carinho
e aos meus filhos todos,
um beijão e meu colinho! 

* Esse foi a experiência de SER MÃE, a primeira...Depois, gostei tanto que logo, em CINCO anos, estava com nossos QUATRO filhos ao nosso lado...
Saudades!

**Republicação para matar saudades e mostrar que superamos tuuuuuuuuuuudo, tudo passa e a emoção é grande demais sempre!

Feliz dia das mamães para todas!

beijos, chica

30/04/2021

º Modernidades em dois tempos...? º

Foto vi AQUI

Desafio Literário de Maio 

Onde acontece?  No blog de Luk Ank.  

O tema?   Modernidade

(((o)))o(((o)))o(((o)))


Um piano abandonado...
Tanto,tanto já tocou...
Um grande salão  desabitado, 
parece que o tempo passou...

Tantos amores  foram ali iniciados...
Aos toques do teclado,  
os pares  dançavam abraçados...

O tempo passou depressa... 
Mudanças sempre a  acontecer... 

Antes ao  som do piano   dançavam, 
agora apenas uma tela a ver e ler....
 
Música bem barulhenta,
com a do piano bem contrastadas.

Saias rodadas, saltos elegantes, 
por shortinhos foram trocadas.

Em  cada canto grupos formados, 
nem vendo quem está ao lado... 

Todos vendo o brilho do celular, 
entre eles, só whattsap enviados, 
com som estridente e  alto, 
não podem nem conversar...

Enfim, tudo mudou...

E nem o pianista resistiu...
Lá num cantinho reservado, 
ele  sua "crush", música não ouvem, 
mas juntos ,garanto, se divertem... 

Quem os vê ,tão concentrados,
pensa que fotos de filhos ou netos curtem...
 
Mas na realidade?
Melhor nem falar da verdade!😁😁
São velhos e bem saidinhos, 
aderiram às modernidades...

(((o)))o(((o)))o(((o)))


Mudam os tempos
Outros vêm e vão...
Devemos saber aceitar,
E com cuidado, experimentamos..
Repentinamente somos atraídos,
Novidades  alegram, a vida facilitam.
Inda que por vezes inimagináveis
Depois de um tempo,
Aceitação acontece...
De repente, moderninhos ficamos
E  sem elas, não sabemos mais viver!

(((o)))o(((o)))o(((o)))

 *Assim, do jeito que gosto ,brincando,  participo ... 

A vida é dura, portanto, brincar é preciso e enquanto der, mesmo com minha idade, o farei...

Participem !

26/04/2021

º Não espere...Faça! E ...CANTE! º


imagem daqui


Ela preguiçosamente passava pela área de serviço, onde seu cachorro tinha seu cantinho das necessidades.

Buscava o que lá queria, voltava.

Passava, via o cocô e lá deixava, por pensar ser "viva", esperta:

_ Há de passar alguém que pense ser o primeiro a ver e, conforme as regras da casa, então há de limpar.

Depois de um tempo, foi pendurar uma roupa e ...seu pé ficou todo sujo.

_ Por que não limpei antes? pensou...

Agora, seu trabalho redobrou!!!

E, enquanto limpa o chão, o chinelo e pés, canta:


_ AH, se te pego! Ai, Ai! 😅😅


chica

21/04/2021

º Surpresas ao olhar... º


Todos sabem que adoro os céus clicar...

Assim, estava nessa minha observação deles e clicando o anoitecer... O sol estava tão lindo, como uma bola se mostrando... 

Resolvi então buscar a máquina fotográfica, pois o celular não é fiel  nessas ocasiões.



Fiz vários cliques e sempre focando no sol... 
Acionei o "zoooooom".

Ao transferir para o PC, a surpresa... 

Vi o Cristo de uma igreja bem longe daqui de casa, de braços abertos parecendo a todos saudar...


Assim, além do registro desses cliques, veio a reflexão.

Fica notória a importância de prestar atenção aos detalhes... 

Isso vale até para antes de emitir opiniões, pensar... 

Por vezes ,escondidas (ou nem tanto) podem estar belezas que não sabemos ver ,pela falta de uma análise atenta do todo.

Até para analisarmos as pessoas...Não fiquemos apenas com o detalhe maior e mais aparente, no caso  "a casca"...

Saibamos perceber detalhes bem legais no"recheio"...

Surpresas muito boas poderemos sempre ter...
Estejamos abertas ,portanto!

Lindo dia para todos!
 chica

17/04/2021

º A lição e a complicação... º

Minha participação na BC de ABRIL
Uma imagem/Um conto-, proposta pela Norma em seu blog

* Calendário dos pintores com boca ou pés...

 Tia Zélia e seus dez aluninhos visita ao Zoo, foram fazer.

As aves em liberdade iam e voltavam... 

Tucanos, araras,pareciam disputar olhares...

Tudo ia bem até que Rosinha, resolveu as regras transgredir.

Tentou abraçar um tucano que insistentemente, perto dela ficava.
 
A surpresa foi interessante até a hora em que aqueles dedinhos pequeninos, encostarm no bico duro, alaranjado que era o que mais lhe atraia naquela ave.

O tucano abriu a boca e ...

O resto nem preciso falar. Podem bem imaginar!

A professora do Maternal agora após atender aquele dedinho machucado, aproveitou para o recado dar:

- Nunca podemos as regras dos lugares desrespeitar!

 Além disso, teria que pensar agora, em belas explicações para a mamãe de Rosinha poder dar!


Participem lá na Norma!

Lindo fim de semana!
bjs,chica



  

11/04/2021

ºNo trem e na vida.. º


Vi fotos AQUI 

Esse cãozinho independente, foi até a estação de metrô, escolheu um vagão para entrar, o fez, sentou no corredor, ganhou carinhos e num ponto determinado, desceu e seguiu sua vida.

Quantos daqueles parceiros de viagem com sua inusitada presença e independência alegrou?

Na certa, houve quem apenas no mau cheiro e pulgas pensou...

Assim é na vida!

Podemos independentes ser e trilhar...

Mas temos que bem saber, ter consciência que na vida sempre  haveremos de a alguns desagradar.

 Alguns gostam de nossa presença, outros apenas defeitos hão de procurar!

Por isso, seguir, como o cachorrinho e saber a hora certa de descer no nosso  ponto !!!

Quem de nós não gostar ou apenas  críticas acham a  fazer, que sigam no trem!!!


beijos, chica