21/10/2020

º Acontece, a vida é assim!!! º

 Pois é!...

Após quase 7 meses de confinamento, nos privando de conviver com a família, abraçar, apertar e afofar a netinha , abraçar filhos e netos, de repente, uma dor, desvia o rumo de tudo e nos coloca aonde??? 

Sim, no lugar que cura, mas onde tantos e tantos vírus circula à vontade. Gente de todos os cantos da cidade e arredores ali se internam pra cura. Tal cura não somente de doenças normais,  em alas separadas, mas sempre ali, há a dos pacientes COVID.

A determinação a cada consulta era sempre que quanto menos entrássemos em hospitais justamente por isso...

Enfim, após uma consulta na emergência, a internação...Fazer o quê? Encarar e torcer pra ficar bem! Eu, como acompanhante do Kiko, altamente exposta, pois circulava pra lá e cá... Nessa hora. esquecer grupo de risco é preciso, pra não enlouquecer...

Assim, encaramos, torcemos, sofremos a cada resultado ruim, vibramos pelos bons... Graças à Deus, com conhecimento( pouco mas válido) assim que ele ia para os setores diversos para exames, lá estava eu  entrando no site e buscando os resultados. Via os laudos, antes mesmo do médico responsável. Depois ficava com "cara de paisagem" escutando os resultados...

Porém ,ainda bem, tenho um espírito de procurar não fixar no ruim. Achar coisas boas e tentar fazer rir...Mesmo nas piores horas, graças ao nosso grupo de família, fizemos Kiko dar boas risadas, mesmo na cama...

Pra isso tudo valeu...

Importava o sorriso, nem que por poucos minutos. Acredito que um sorriso, faz tudo valer a pena e é um grande auxiliar da cura!

Nos momentos em que ele dormia e eu insone, me perguntava e refletia. 

Evitamos locais com aglomeração, nos comportamos exatamente como pede a pandemia e no entanto, aqui dentro estamos sendo atendidos por funcionários que por vezes, pra aqui chegar, pegam dois ônibus cheios de gente, vivem nos arredores da cidade e nem sabemos como...

E assim, aprendemos a ver a vida com outros olhos e umbigos...

Agora, vamos ao que nos fez rir por aqui... Nada mais complicado numa internação do que a hora do banheiro... Ele não tem tranca, isso por si só, já tranca outra coisa, pelo medo de que entrasse alguém...

Assim, o jeito pegar o cadeirão de banho, colocar diante da porta pra evitar...

 Mas com Kiko, a saga foi diferente...A cada vez que levantava para ir ao banheiro, pronto: chegava algum atendente...Parecia um complô, rs..

Outro dia, aproveitando o banheiro lá do restaurante, pois poderia ser trancado normalmente, a véia maluca ao dele sair, perdeu o sentido de orientação, acho que por tantos dias nessa situação ,ficamos desnorteadas... Não sabia onde estava, tive que respirar fundo, fingir que falava ao telefone, olhar, olhar, pro caminho reencontrar. Pode??? Que situação!

E assim, entre essas e outra aprontadas, os dias passaram e chegou a hora da sonhada alta! UFA!


Agora em casa, as coisas e ajeitam e seguimos firmes, vida que segue ,achar alegria é sempre válido e necessário. Se nos deixarmos abater e ficar cinzas, credo!  Não adianta de nada, aliás SÓ ATRAPALHA!

Então, por isso, mesmo nas piores horas, vamos vibrar, curtir os bons momentos, por vezes apenas "pedacinhos de luz", mas que valem e acreditando, tudo muda!


beijos, agradecendo aqui também todas orações e boas palavras e desejos!

chica


 

01/10/2020

º PAZ º



* Essa é minha participação no DESAFIO proposto pelo Sandro- Panografias.

O tema do mês é PAZ  e se encerra em 30 outubro. Dá tempo! Participem! 



Estar em paz é o que queremos
viver a paz a cada momento
estar em paz é o que buscamos
sem ela, a vida é tormento.

Estando conosco em paz
com nosso silêncio interior
conservando-a dentro de nós
melhor aguentamos, seja lá o que for...

Nas caminhadas pela vida
precisamos muito aprender
buscando a Paz tão querida
e não a deixarmos perder.

Barulhos, ruídos e altos sons
podem nossos ouvidos maltratar
mas se nosso silêncio for dos bons
a quietude não nos vai faltar.

Precisamos muita humildade
ao nosso progresso perceber
pra nessa vida , de verdade
a nossa paz pelo menos, viver...

chica